A INTRODUÇÃO ALIMENTAR DA MICAELA

E eis que os 6 MESES DA MICAELA CHEGARAM e com ele a INTRODUÇÃO ALIMENTAR.

introdução alimentar Micaela

Primeira papinha: esta cara de feliz foi só disfarçe, porque assim que ofereci a papinha de banana começou o auê.

Preciso confessar que não tava com pressa não kkkkkkkk, ai amamentar tão mais fácil, ali prontinho, sem sujeira, sem caos hahaha (pronto confessei rs), eu gosto mesmo é quando o bebê começa a comer a comida da casa, aí comemoro rs rs, porque essa vida de faz papinha todo dia, que agonia, gosto não rs.

Bom, e vamos por partes. A pediatra das meninas segue um jeito bem lento e gradual de introdução que eu MEGA CONFIO E APROVO (de forma alguma isso significa que se seu pediatra faz diferente é porque tá errado viu, cada caso é um caso, cada casa é uma casa rs).

introdução alimentar Micaela 2

Maçã devidamente higienizada e pré cozida com casca, cortei em pedaços grandes, e ofereci a ela com a casca (para facilitar para segurar) e morninha. Amou o sabor.

RESUMINDO:

  1. Introduz ÁGUA e FRUTAS (as básicas primeiro: BANANA, MAÇÃ, PÊRA E MAMÃO). 3 dias cada fruta, para observar caso aja reação alérgica, gastro, você  mãe saber do que foi.
  2. No MEU caso introdução de outro leite. SIM, estou introduzindo outro leite fora o leite materno. MAS POR QUEÊEEEEEEEEEE LUCINHA? Porque cansei dessa vida de ordenha. Ou seja: em casa ela terá tetê quando e quanto quiser, livre demanda segue mas quando eu estiver trabalhando ou sair com Marília por exemplo, mamadeira com NAN SEM LACTOSE (leite escolhido devido a intolerância dela). Não, não pretendo nem desejo o DESMAME, mas no meu caso a demanda e ordenha dia todo tava muito exaustivo.
  3. Introduz ALMOÇO. Primeiro o básico. Papinha com APENAS 2 ingredientes, caldo de carne ou de frango e algum legume. AQUI a primeira papinha e introdução da Marília, falei neste POST.
  4. Oferecer a mesma papinha por três dias para observar se dá reação. Aí você pode acrescentar 1 terceiro item. A pediatra delas inclusive nem gosta muito, mesmo depois de vários meses, daquelas papinhas com 5, 6 ingredientes misturados. Mas por quê? Simples, para a criança desenvolver o PALADAR por cada alimento, porque se você coloca muitos legumes, folhas etc na papinha, ela mal sabe o que está comendo, ou então, oferecer 1 por vez, em pedaços, seguindo o método BLW, aí sim pode oferecer grande variedade.
  5. Após 15 dias oferecendo almoço com no máximo 3 ingredientes na papinha (1 caldo de carne + 1 carboidrato + 1 legume) e FRUTA na parte da tarde, aí inicia  o JANTAR. Que é durante 1 mês intercalando SOPA DE FUBÁ CASEIRA com ou sem caldo de carne caseiro e MINGAU DE AVEIA CASEIRO (não aqueles conhecidos industrializados rs). E por quê isso? Para bebê e intestino acostumar bem com a comida noturna sem riscos de diarreias, estômago muito pesado etc.
  6. Daí começa GRADATIVAMENTE a apresentar folhas, verduras no almoço, arroz e caldo do feijão por ex. Outras frutas surgem como MANGA, MORANGO, LARANJA etc. A janta se torna o repeteco do que teve no almoço. Tudo lento. Depois vem o OVO. Carne de porco e peixe ela SÓ libera APÓS  10 meses. Industrializados SÓ libera após 2 anos, MAS EU confesso, para a Marília dei alguns alimentos considerados proibidos, como chocolate, com 1 ano de idade rs.

Continuar lendo

GESTANTE: O QUE COMER, OS NUTRIENTES NECESSÁRIOS E CALCULADORA DE GANHO DE PESO EM CADA FASE DA GESTAÇÃO!

Nós já sabemos que GESTANTE não deve comer por dois, e em contrapartida também não fazer dietas restritivas muito menos focar em perder peso. Mas, o que comer em cada fase para beneficiar tanto a grávida quanto o bebê? Qual o ganho de peso adequado por fase? 

Eu sempre tentei manter uma boa alimentação na gestação, nas duas. Obvio que tinha rompantes de fome, loucuras, mas tentava me equilibrar e comer o que é necessário para o bebê em cada fase (acredite, isso faz a diferença). Na 1 gestação, a da Marília, engordei 13 kilos, e os eliminei facilmente pós parto (apesar do corpo demorar e muito para ser o que era rs), na 2 gestação, da Micaela engordei menos, os eliminei também facilmente mas o corpo tá longe, tão tão distante de ser o que já foi (snif). 

GANHO DE PESO

Uma forma simples de saber qual deve ser o seu ganho de peso é aplicar a fórmula do Índice de Massa Corporal (IMC) abaixo. O IMC leva em conta o peso antes da gravidez.

IMC = Peso habitual antes da gestação (kg) / Altura (m)². Veja na tabela:

Continuar lendo

TESTAMOS: 2 MODELOS DE CADEIRA DE ALIMENTAÇÃO

SENTA QUE LÁ VEM TESTE

Slide1

A cadeira de alimentação é um dos itens que mais pesquisamos na hora de comprar, atualmente uma grande variedade de modelo estão disponíveis no mercado, o que nos deixa ainda mais confusas na hora de escolher. Tentando auxiliar na sua decisão, hoje vamos falar sobre os modelos que escolhemos para nossos filhos.

Continuar lendo