BETO CARRERO WORLD COM CRIANÇAS PEQUENAS – DICAS DE VIAGEM!

SENTA QUE LÁ VEM FÉRIAS

BETO CARRERO -SC

beto 12

as 3 mosqueteiras. Marília, Micaela e Lara. lindezas.

Pensando em ir para o BETO CARRERO? Pois hoje é seu dia de sorte. Paula e eu estivemos lá, e temos todas as MELHORES DICAS para vcs!

Quando decidimos tirar férias, a idéia era: NOS ENCONTRARMOS, PAULA E EU. (para quem tá perdida aí, Paula e eu somos amigas, sócias, moramos longe e até então, nunca tínhamos nos encontrado pessoalmente). Como era difícil para  a Paula subir o pais rss, eu decidi descer. rs

Pontos do cartão de crédito a postos hahahha, passagens aéreas compradas através de pontos. Decidimos o destino a esmo sabe? Lemos resenhas em blogs de viagens, dicas e batemos o martelo.

Queríamos dia de semana (por ser menos muvuca, fora de feriado e uma data que os dois maridos pudessem tirar férias), e foi entre 25 a 30/09. Data decidida, passagens aéreas compradas através de pontos (Paula foi de carro do Paraná até lá, mais de 6 hrs de viagem), daí veio a decisão do hotel.

Primeiramente pensamos em ficar em Florianópolis e de lá nos deslocarmos até Penha-SC (onde fica o parque do Beto carrero). Desistimos porque é longe, mais de 100 km de distância. Foco seria descansar e o parque, numa viagem rápida.

Pensamos portanto em ficar em Balneário Camburiú, que fica a 40 km de Penha, local que eu inclusive conheço e adoro, mas pela comodidade, decidimos ficar na cidade de Penha mesmo. Buscamos dicas de hotéis e chegamos a POUSADA PEDRA DA ILHA. Decisão ACERTADA.

beto 15.jpg

piscina central

beto 16

playground central do hotel. Excelente

beto 17

Alguns quartos tem vista para o mar e uma banheira de hidro na varanda!! chique no urtimo rs

PONTOS ALTOS: A pousada é bem intimista, decoração rústica, tudo bem limpo e organizado, quartos amplos, arejados. Bom atendimento e café da manhã. A área de lazer para crianças é excelente. Tem playground bem estruturado, piscinas, piscina aquecida, sauna, copinha baby, sala fitness, de jogos.  Fica de frente para o mar, fácil acesso para hóspedes, com guarda-sóis montados pelo hotel, com direito a toalhas, e para chamar o garçom só apertar um botão, mesmo la da praia, eles irão lá te atender. Pousada bem familiar, nos dias que estivemos lá só vi famílias com crianças hospedados.

PONTOS BAIXOS: Estacionamento pago (não curti rs, carro fica exposto ao sol e mesmo assim é cobrado valor de diária), e apesar de nas varandas terem telas de proteção, achei a varanda em si baixas. Ficamos no 3 andar e cada vez que as meninas se aproximavam da varanda, eu surtava de medo, porque se alguma brincando se dependura ali, desequilibra, cai abaixo.

Dedicamos dois dias a ficar só de boa na lagoa, no hotel mesmo, curtindo piscina, conversa, descanso e dois dias frenéticos dedicados ao parque.

E agora, vamos a ele: BETO CARRERO WORLD

Para começo de conversa, aconselho um preparatório em academia rss, porque você vai precisar de preparo físico bom, ainda mais se for com crianças pequenas rs.

O parque é bem GRANDE,  e mesmo ficando dois dias, não conseguimos ver tudo nem ir em todos os brinquedos.

Abaixo iremos dar algumas informações sobre o parque em si, e depois DICAS, NOSSAS, PARTICULARES E NOSSA OPINIÃO, PARTICULAR, DE CADA UMA SOBRE O PARQUE EM SI.

PARQUE: BETO CARRERO WORLD

INGRESSOS: Você pode adquirir na hora, na bilheteria, as filas são bem pequenas (no dia que fomos) ou comprar ON LINE, direto no site, como nós fizemos, pegamos uma promoção e saiu por ex: 2 adultos e 1 criança (Micaela não paga, crianças menores de 3 anos e 11 meses não pagam) saiu 210,00 por dia, 70,00 para cada, por dia. (no site, antecipado, o valor do ingresso sai mais barato que na bilheteria)

HORÁRIO E DIAS DE FUNCIONAMENTO: Em baixa temporada (que foi quando fomos) o parque abre de quinta a domingo apenas, alta temporada abre de quarta a domingo. Abre as 9 até as 18 horas.

ESTACIONAMENTO: o OFICIAL sai 50,00 o custo (meodeus rs), motos pagam 25,00 (meodeusparte2). Existem outros estacionamentos não oficiais lá fora, mas você precisa atravessar a rodovia com crianças, carros passando em alta velocidade, preferimos não arriscar (ALO prefeitura de Penha, que absurdo não ter uma passarela ali hein rs)

Continuar lendo

Anúncios

E QUANDO O PARTO NÃO ACONTECE COMO O PLANEJADO?

SENTA QUE LÁ VEM INFORMAÇÃO

blog

Na coluna do mês, a psicóloga Eliane Camilo vai falar sobre PARTO, e sobre todas as frustrações que surgem quando não sai exatamente como a gestante planejou. OBVIAMENTE ME IDENTIFICO rs. Quem acompanha aqui sabe que tive cesárea da Marília, bem tranquila, aceitei tranquila a indicação da médica mas, da Micaela eu lutei e batalhei por um parto normal, que não aconteceu.

Isso fundiu minha cabeça,  nem me fez curtir o final de gestação dela como deveria. Para ler ou reler meus relatos de parto, clique em PARTO DA MARÍLIA E PARTO MICAELA e a visão do meu marido, do PAI, no nascimento de um filho: RELATO DE PARTO FEITO POR UM PAI.

A verdade é que a gente se cobra tanto, e o assunto parto é um verdadeiro parto rs, de tantas ofensas de ambos os lados que por vezes as vezes esquece que o principal MESMO é você estar bem, e bebê também.

blog 2

Estou grávida, e agora?

Parte I – O parto não aconteceu como planejado.

Um belo dia você descobre que está grávida, e não importa o que levou a tal consequência, suas pernas bambeiam, o coração acelera, o chão parece se abrir em baixo dos seus pés e agora é fato, você está gerando uma vida!

Não importa se você estava tentando há anos, se foi de surpresa, se não queria, se é a segunda ou terceira gravidez, a mistura de sentimentos se faz presente se não em todas, na maioria das mulheres!

Pois bem, nessa hora a mente vai longe, imaginando o desenvolvimento daquele ser, a espera pela data do parto, os questionamentos sobre amamentação, entre outras mil coisas que você irá se questionar neste primeiro momento!

E aí cara leitora, o que trago neste texto, não é necessariamente uma análise técnica, entretanto, sem deixar de lado a visão profissional, o que procuro aqui é acolher, acalmar e, quem sabe, diminuir um pouco àqueles milhares de sentimentos de culpa que surgiram em seu coração desde o momento em que você se deparou com aquele resultado positivo do Beta HCG.

Vivemos em uma sociedade que ao meu ponto de vista perdeu ao longo dos anos o senso do viver em comunidade, o que levou a isso pode ter sido o super povoamento, a corrida contra o tempo que hoje é sinônimo de dinheiro, a inserção da grande maioria das mulheres no mercado de trabalho, não posso afirmar ao certo o que aconteceu, mas ao comparar nossa atualidade ao tempo das nossas avós e bisavós me faz ter a impressão que o senso de comunidade se fazia mais presente naquela época, as mulheres quando pariam eram amparadas pelas outras mulheres da família e/ou comunidade e ouvir os relatos de pessoas que viveram a maternidade há algumas décadas atrás, me faz supor que as tarefas maternas eram executadas com mais naturalidade, leveza ou de certa maneira mais instintivamente.

Continuar lendo

SEXUALIDADE INFANTIL: O QUE É ESPERADO E O QUE PODE SER SINAL DE ALERTA?

Em destaque

SENTA QUE LÁ VEM INFORMAÇÃO

post blog

Ai que saudades de postar aqui no blog. Este ultimo semestre, com tanta correria, devido a lojinha, mal estamos conseguindo fomentar o blog, mas, trago boas notícias, iremos retomar, com FORÇA TOTAL E COM PARCERIA.

Teremos uma COLUNA MENSAL em que uma psicóloga, especializada em assuntos infantis, irá escrever aqui, com um tema diferente, sobre assuntos que nós PAIS, temos interesse e precisamo de AJUDA.

E pra iniciar em GRANDE ESTILO E COM PÉ DIREITO, VAMOS DIRETO A UM TEMA POLÊMICO.

SEXUALIDADE INFANTIL.

E quando dizemos sexualidade, obviamente não se trata do ato em si, mas da descoberta da criança sobre seu corpo, e tudo que isso engloba.

E tbm os SINAIS DE PERIGO.

Vamos ao texto:

post blog 2

Sexualidade Infantil: O que é esperado e o que pode ser sinal de alerta?

Por: Eliane Camilo

O desenvolvimento infantil é marcado por diversas fases, uma delas, por algumas mamães e papais é vivenciada com receios, medos e até mesmo pudor. Por esse motivo escrevi este artigo, com o intuito de esclarecer o que podemos considerar normal e o que devemos ficar alertas com relação ao desenvolvimento da sexualidade infantil.

Siiiim, as crianças bem pequenas, ainda enquanto bebês manifestam curiosidade com relação ao próprio corpinho, conforme vão crescendo elas descobrem as mãozinhas, os pezinhos, se percebem como indivíduos independente da mãe e em meio a tudo isso, por que não se sentiriam curiosas com relação aos seus órgãos genitais?

Geralmente essa curiosidade surge no início dos primeiros sinais do desfralde, que é quando a criança passa a ter contato com órgãos que até então ficavam escondidos pela fralda e neste primeiro contato com a novidade, a criança passa a explorar esses órgãos. Juntamente neste período, a criança também passa a se interessar pelo corpo do outro (pais, irmãos, cuidadores) e são em situações como estas que mamães e papais se vêem muitas vezes sem saber como agir.

Quanto mais formos naturais ao abordarmos essa temática com a criança, melhor será o entendimento dela.

Geralmente com relação ao corpo do outro a curiosidade da criança se refere a semelhança ou diferença, por exemplo, uma menina descobre que o corpo do pai não é igual ao dela, nesta situação explicar para a criança a função básica da anatomia já seria o suficiente, meninos e meninas tem órgãos diferentes para fazer xixi.

O ideal é sempre falarmos com a criança apenas sobre o que ela questionar ou abordar, usando uma linguagem simples de acordo com o entendimento dela e não reprimirmos rotulando que é errado, sujo, feio ou pecado. Devemos sim explicar para a criança que seu corpo é privado, particular, que ela pode explorá-lo tomando cuidado para não se machucar e devemos deixar claro para a criança que não se deve deixar ninguém tocar seu corpo sem o seu consentimento e que esta regra também vale para ela com relação ao corpo do outro.

Continuar lendo

COMO ALERTAR AS CRIANÇAS SOBRE PESSOAS ESTRANHAS

SENTA QUE LÁ VEM INFORMAÇÃO!

Quem nos acompanha na página deve lembrar que há pouco mais de 1 mês na minha cidade, um menino chamado Luis Felipe de 2 anos SUMIU!

Sumiu gente, desapareceu… A princípio pensou que ele estivesse perdido na mata ou caído num rio próximo onde ele morava, buscas foram feitas por dias, e nada. E a teoria na qual a polícia trabalha desde então é a de que a criança foi raptada em frente da sua própria casa.

1 mês se passou e nenhuma pista foi informada pela polícia, NADA! Isso é desesperador!!!

A comoção aqui na cidade foi geral, e inevitável imaginar que poderia ter acontecido com qualquer um, que o perigo estava tão perto.

Fiquei desesperada atrás de dicas de como alertar a Lara sobre esses perigos que nos rondam. E vocês sabem que tudo que pesquiso pra mim, gosto de compartilhar com vocês, ainda mais sendo um assunto tão sério como esse.

A primeira dificuldade que encontrei é que crianças pequenas não entendem muito bem nossos alertas, elas até ficam com a história na cabeça, mais se distraem, são inocentes, a gente precisa lembra-las constantemente.

Eu li bastante coisa por aí, umas muito difíceis de se por em prática, tipo coisa que ninguém vai fazer entende? As dicas tem que ser práticas, e fáceis de se encaixar na nossa rotina. Separei algumas e vou passar pra vocês:

Continuar lendo

AMAMENTAÇÃO – PROBLEMAS COMUNS E COMO RESOLVER!

AMAMENTAR NÃO É UMA PRACINHA

amamentaçao

Governo divulga apoio ao leite materno com propaganda de mães sorrindo, felizes, tudo na boa, mas, não é bem isso. Amamentar não é tão simples nem fácil, podem ocorrer muitos problemas e se INFORMAR sobre eles é essencial.

Hoje vou falar sobre eles, e como soluciona-los com dicas.

FISSURA OU RACHADURA: 

Um dos problemas mais comuns em quase todas as mulheres. Parece simples, mas se não bem tratado pode ocasionar problemas maiores, além do que, DÓI DEMAIS.

COMO OCORRE: Quando a posição do bebê e a pega do mamilo estão erradas.

COMO EVITAR: Secar sempre bem o mamilo após mamadas, e ficar sempre ATENTA a pega correta e posicionamento do bebê.

TRATAMENTO: Expor as mamas ao sol ou luz artificial. Com cuidado óbvio, para não provocar queimaduras.

INGURGITAMENTO:

COMO OCORRE: Quando a mãe produz mais leite do que o bebê consegue mamar. As mamas ficam endurecidas ou empedradas.

COMO EVITAR E TRATAR: Colocar o bebê mais vezes para mamar; e retirar manualmente o excesso de leite. Ou com bomba extratora. Facilita muito e alivia bem.

Continuar lendo