TESTAMOS: TALHERES TERMOSSENSÍVEIS

SENTA QUE LÁ VEM TESTE!

Slide1

Continuando a saga “utensílios para a introdução alimentar”, hoje vamos falar dos talheres termossensíveis.

No último post falamos sobre os pratinhos térmicos, se você não viu, pode ser nesse link aqui.

Os talheres termossensíveis mudam de cor quando o alimento está quente, visando maior segurança na hora de alimentar o bebê.

OPINIÃO PAULA

Já li algumas vezes que hoje em dia o correto não é mais a mãe provar ou assoprar a comida da colher antes de oferecer para o bebê, pois fazendo isto a mãe pode acabar deixando alguma bactéria que entrará em contato com o bebê.

Gente sério mesmo, por mais sentido que isso possa fazer, eu não consigo não provar a comida antes de oferecer à Lara, nunca, jamais!

Por essa razão os talheres termossensíveis não funcionaram aqui em casa. Imagina que vou confiar em uma suposta mudança de cor e que quando chega a determinado tom ela pode comer com segurança. Nunca, me desculpem, mas pra mim não dá.

O talher muda sim de cor ao entrar em contato com o alimento quente, mas aí a ponto de eu confiar e ficar ali esperando ele chegar no tom certo pra eu oferecer a ela precisa confiar muito, e eu não confio não.

A marca que utilizamos aqui foi da Kuka, mas não é pela marca que não confio não, qualquer outra eu também não confiaria.

OPINIÃO LUCINHA:

Bom, mais outro item que paguei mais caro, todo cheio de frufru e expectativa. A realidade? è que você MÃE NOIADA PLUS experimenta, não tem jeito, tanto faz se muda de cor ou não (aliás isso muda direitinho viu, cumpre bem sua função) mas eu tava nem aí, eu soprava, experimentava e dá-lhe bactérias hahahaha. Para Micaela não comprei nada disto, apenas uma prato comum e duas colheres de silicone, maleáveis e coloridas, que não machuquem a boquinha dela. E ainda bem que nem gastei dinheiro, porque, como você tem acompanhado a introdução dela anda de mal a pior kkkkkkkk, ou melhor, ela DE-TES-TA em papinha, colher etc, só come e pouco quando damos a ela o alimento em pedaços, seguindo o método BLW, que em bom português nada mais é que: se vira nos 30 fia rs.

Beijos,

Lucinha e Paula.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s