A LUTA EM BUSCA DE UM PARTO NORMAL PÓS CESARIANA.

SENTA QUE LÁ VEM A SUA HISTÓRIA

RELATO DE PARTO

A Jéssika é minha amiga, e engravidamos dessa última vez (eu da Micaela e ela do Miguel) basicamente juntas. Nós duas com duas cesarianas na bagagem. Nós duas em busca de um PN. Nos informando, estudando, buscando e lutando. Como vocês bem sabem esse desejo eu perdi (Micaela nasceu de cesárea com 40semanas e 4 dias), mas a Jéssika conseguiu, num parto zás trás e dando um olé no sistema. Eu vibrei e vibro muito com isso. Não pelo fato do tipo de parto em si, mas pelo desejo da mulher ter sido respeitado e bebê e mãe estarem bem, tanto faz a via que sai hahahaha

Uma história linda e de superação:

“Olá, meu nome é Jessika, sou mamãe coruja desses dois lindos príncipes, o Lucas de 3 anos e 4 meses e o Miguel de 3 meses e hoje vou contar a minha história. Quando planejamos a primeira gestação uma das únicas certezas que eu tinha era sobre o parto, sim seria uma cesariana, tinha muito medo do parto normal, pela dor, medo de sofrer violência obstétrica e pelas histórias (muitas vezes cabulosas) que resolvem nos contar quando estamos gravidas.
E assim foi, no dia 09 de Janeiro de 2013 Lucas veio ao mundo através de uma cesárea, com 3.384 kg e 50 cm.
Não sei explicar bem o por que, mas depois que ele nasceu, nasceu também o desejo de um parto normal, sentia que precisava vivenciar essa experiência, me informei bastante e quando mais estudava maior era a certeza que era isso mesmo que eu queria, a próxima gestação tentaria um parto normal.

No final de Junho de 2015 fomos pegos de surpresa, uma surpresa maravilhosa.Sim, Lucas foi promovido a irmão mais velho.

relato jessika 2

hahaha murri

Junto com o positivo bateu a insegurança, o medo da experiência desconhecida até então, medo da tão temida violência obstétrica, confesso bateu desespero mesmo, mas tinha comigo uma certeza, não queria outra cesariana.
Conforme as semanas foram passando, e eu me informando sobre toda fisiologia do parto, trabalhando o psicológico para vivenciar esse momento com serenidade, essa insegurança diminuía, e o empoderamento crescia.

A gestação em si foi muito tranquila, aproveitei mais o barrigão pois já sabia que ele deixaria muita saudade.

relato jessika 3

Linda!

No sábado dia 20 de fevereiro, depois de um pouquinho de esforço físico (faxina) notei que as contrações de treinamento ficaram mais frequentes por um tempo, como não sentia nada além da barriga endurecida, não criei expectativas, já que não acreditava que ele nasceria antes das 40 semanas.
Para minha surpresa por volta de 4:55 da manhã de domingo, dia 21 de fevereiro, com 38 semanas e 4 dias, acordei sentindo as primeiras contrações (e realmente é como dizem, você vai saber quando forem as contrações do trabalho de parto rsrs), peguei o celular para monitorar e ver se estavam ritmadas, levei um susto quando vi que o intervalo entre elas era pequeno, variando de 6 em 6 minutos, 5 em 5 minutos, mesmo assim eu não acreditava que estava chegando a hora de conhecer o meu Miguel e continuei na cama, marido já estava acordado me fazendo companhia e massagens.
Quando amanheceu fui para o chuveiro e fiquei um tempo por lá rsrs, andei bastante pela casa, fiquei na bola suíça, agachava, levantava tentando achar uma posição confortável para aliviar as contrações, que nessa altura já estavam bem fortes.
Até que resolvemos que era hora de ir para o hospital, 09:30 fui examinada pelo médico de plantão, quando ele falou que já estava com 7 cm de dilatação, meu marido e eu nos olhamos espantados e uma alegria inexplicável tomou conta de mim, sim eu ia conseguir, eu ia ter o meu tão sonhado VBAC, fui para o chuveiro e fiquei uns minutinhos, deitei na cama e senti a bolsa estourar, médico examinou novamente e estava com DILATAÇÃO TOTAL.

Nem nas minhas melhores expectativas IRIA DILATAR TÃO RÁPIDO ASSIM.

Fomos para sala de parto, meu marido segurando minha mão e me apoiando o tempo todo como sempre faz, ele nem sabe quanta força me deu naquele momento. Na sala de parto o batimento do bebê começou a cair e ele parou de descer então o médico acabou dando uma “forcinha” para ele descer (fórceps), mas apesar da intervenção indesejada correu tudo perfeitamente bem, nada ofuscou a beleza e a emoção desse momento tão esperado, com os olhos cheios de lágrimas e o coração explodindo de felicidade as 10:44 com 3.815 kg e 51 cm, dei a luz ao nosso mais novo amor, nosso menino Miguel, que chegou com toda calma do mundo, como quem dorme o mais tranquilo dos sonos, veio direto para o contato pele a pele com mãe como deveria ser.
Teve VBAC e muito amor envolvido..

relato jessika 4

Ela conseguiu!

relato jessika

Gostosura esses dois..

GOSTOU? ENVIE SUA HISTÓRIA PARA NÓS. NO EMAIL: sentaquevemhistoria@gmail.com

Beijos,

Lucinha.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s