CARTA PARA MICAELA!

Carta para Micaela.

carta para micaela

18 semanas no dia da foto.

01/09/15.

Filha,

Adoro listas. De supermercado, de afazeres, presentes, de lugares que quero conhecer, e, principalmente, lista do que não posso esquecer, como consultas, viagem. Gosto porque elas ajudam a me organizar, planejar meu dia, enfim, estar no controle de tudo, sempre. Controle é uma palavra que gosto muito.

A verdade filha, é que sua mãe é uma CONTROLADORA, de tudo e de todos.

Gosto exageradamente, exacerbadamente, absurdamente. Gosto porque não gosto de surpresas, de coisas em cima da hora, de supetões, de atrasos. Controle tem a ver com planejamento e eu adoro planejar. Poucas coisas na minha vida foram não planejadas.

Pouquíssimas vezes me permiti passar o dia sem planejar, admito. A gravidez da sua irmã Marília, por exemplo, foi muito planejada. Mas quando recebi o seu inesperado positivo Micaela, tudo o que eu havia planejado, não aconteceu. E quando me vi sem o controle da situação, eu me vi num mar em fúria, medos e me afoguei. Eu me afoguei em prantos. Eu senti que caía para fora, para fora de mim.

Afinal, quem sou eu mesma após a maternidade? Por vezes me perco filha, depois me reencontro e nesses encontros nunca mais encontro a mesma mulher. Recomeços filha, recomeçar sempre.

E mais uma vez, assim como sua irmã me ensinou e ensina, você veio para me mudar, e não ser a mudança.

Aprendi que não sou eu quem está no comando. E, no meio do medo e do cansaço, de repente me veio àquela vontade louca de te amar, te segurar e te embalar. Surpreendentemente, tenho ouvido, nas últimas semanas, o quanto estou leve, com cara de feliz, radiante nesta gestação.

Estou, portanto, tendo novamente a dádiva da chance de um novo aprendizado com você que está a caminho. Na gravidez da sua irmã, eu não entendi que deveria aprender com a Marília. Eu só queria aprender com os livros filha, como se a vida respeitasse manuais de instrução e teorias, e pensava, erroneamente, que minha missão era ensinar, mal sabendo que a maternidade é ensinamento mútuo, a todo o momento.

Gestar você Micaela, é a oportunidade que tenho de aprender a lidar com o imprevisível, com algo que está além de nós, e, por isso, planejamento e controle não são mais as minhas palavras de ordem.

Planejar e controlar se tornaram apenas uma parte do meu todo, que envolve, acima de tudo, a capacidade de se flexibilizar. Conforme a barriga cresce, aproveito para encarar o mundo do ângulo da cadeira de uma mãe, de duas. Que acredita que consegue escalar qualquer montanha, descer qualquer ribanceira, pular de qualquer altura, voar sem ter asas. Por vocês, minhas filhas. No plural. Que é para eu me sentir singular quando supero um desafio e ganho um sorriso-medalha, e agora, serão dois.

Cresça filha, que eu também cresço aqui fora como mãe a sua espera.

Com amor,

Mamãe Lucinha.

ultrassom 11 semanas 2

Micaela no ultrassom com 12 semanas e 6 dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s