E DEIXEMOS NOSSOS FILHOS SEREM CRIANÇAS

10320362_867554029946189_4472773939609330182_n
Quando me perguntam da infância logo me vem a cabeça inúmeras memórias e momentos lindos…e ainda assim sei que muitos outros momentos inenarráveis se perderam no decorrer dos anos.

Brincar horas a fio descalça na rua com uma renca de meninos, só parando porque a mãe gritava desesperada pra que fosse beber ao menos água…e ia todo mundo junto esperar.

Pique esconde, pega pega, cabra cega, bandeirinha e inúmeros outros jogos e brincadeiras fizeram parte da minha infância e de muitos de vocês.

Ir pra casa da vó e encontrar os primos era uma delícia! Inventar inúmeras brincadeiras, uma infância saudável e feliz, rodeada de carinho.

Hoje olho pro meu filho e não posso deixar de ter um pouco de pena dele. Sim, você leu certo PENA…

Ele dificilmente terá uma infância calma e tranquila como a que tivemos, infelizmente o momento atual não nos permite.

Cercados que somos de equipamentos eletrônicos, os bebês cada vez mais cedo os dominam. Corremos tanto que as vezes achamos bom, agradecemos a tal Peppa por nos permitir tomar um banho, fazer o almoço ou conversar meia hora com os amigos, mas vez ou outra um bichinho me morde e me pergunto se estou no caminho certo.

Senão seria mais benéfico mudar nossos hábitos, estipulas horários pra televisão e eletrônicos, deixar as coisas pra lá e sair com ele pra casa de amiguinhos, parques e locais em que possa ser criança com eu fui: de pé no chão e sorriso no rosto.

Sei que não é tão simples como pensamos… que será um processo lento, demorado e que mesmo assim ele não poderá ser tão livre como fui, mas quero permitir ao meu filho os pequenos prazeres da infância: andar descalço na terra, correr livremente em um parque, dormir na casa do amiguinho, tomar banho de mangueira no calor, soltar pipa, jogar bola na rua, comer uma fruta direto do pé, brincar na rua livremente, enfim deixar que ele seja CRIANÇA no sentido mais genuíno da palavra

O caminho é longo eu sei, mas sempre se começa com um pequeno passo.

Por um mundo com mais crianças como antigamente.

Por Arianne Oliveira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s