QUE QUE TEM NO LEITE DO BEBÊ?

SENTA QUE LÁ VEM INFORMAÇÃO!

post leite

A pedidos, hoje falarei sobre um assunto POLÊMICO, divergente entre especialistas, pediatras, nutricionistas e que EMBARALHA a cabeça da pobre MÃE: leite!

LEITE APÓS 1 ANO DE IDADE!

Porque não importa se a comemoração de 1 aninho foi grande ou pequena, as dúvidas com relação a alimentação, e especialmente quanto ao leite SÃO GRANDES!

O MELHOR leite para um bebê TODAS sabemos que é o LEITE MATERNO! sempre sempre e sempre!

Contudo, todavia por acaso, se você, assim como EU, teve problemas para amamentar ou simplesmente desmamou, e precisa inserir outro leite que não o seu, o DESESPERO reina!

Porque são MUITAS informações controversas.

QUAL LEITE É O MELHOR? QUAL TEM MAIS NUTRIENTES? QUAL PRENDE OU SOLTA MAIS O INTESTINO? QUAL MAIS CONFIÁVEL?

Nessa busca pelo saudável e melhor para nossos filhos e a pedido de várias leitoras, INICIEI A SAGA POR INFORMAÇÕES, e para me ajudar, CONTO HOJE COM A PALAVRA DE UMA NUTRICIONISTA, A BRUNA MARTINS. AMIGA, LEITORA, MAMÃE, GRÁVIDA E PROFISSIONAL! TUDO PARA DAR CERTO ESSE POST HEIN!

hahaha

LEITE: O DOSSIÊ!

Nem só de cálcio vive o leite. Ele também é rico em proteínas, potássio, fósforo, magnésio, vitamina A, vitamina B1, vitamina B2.

Uma criança, de 1 a 3 anos de idade DEVE ingerir cerca de 400  a 500 ml de leite diariamente, e de 3 a 6 anos, cerca de 500 a 600 ml de leite diariamente. (E se seu filho não gosta de leite ou tem algum tipo de alergia e não pode tomar? Daí é só você suprir com outros alimentos, como por ex: iogurtes, queijo branco, brócolis etc…) Ou também fazer uso dos chamados LEITES VEGETAIS, neste post AQUI falamos sobre eles. 

Com tantos benefícios e também um leque vasto de opções fica fácil a mãe se perder em meio a tantas opiniões e pirar level máximo tamanha indecisão.

Vou falar um pouco sobre as opções mais utilizadas, em tipos de leite para crianças após 1 ano de idade. Vamos a elas?

COMPOSTO LÁCTEO:

post leite ninho

Um dos mais conhecidos e utilizados: Ninho 1+

post leite itambé composto

Composto lácteo Itambé!

Composto Lácteo: é o produto em pó resultante da mistura do leite e produtos ou substancias alimentícias lácteas ou não-lácteas, ou ambas.

Composto lácteo não pode ser chamado de leite porque tem outros ingredientes em sua composição, é feito a partir do leite, leite reconstituído e/ou derivados de leite, como óleos vegetais, com ou sem outros ingredientes. A base láctea tem que ser de no mínimo, 51% do total do produto.

A frase “este produto não é leite em pó” tem de estar OBRIGATORIAMENTE na parte de trás da lata.

VANTAGEM: Muitos pediatras e profissionais afirmam que o composto lácteo tem uma formulação mais apropriada para a criança manter o peso adequado e prebióticos para a saúde da flora intestinal, na faixa entre 1 a 3 anos da idade.

DESVANTAGEM: Contém açúcar (camuflado no termo xarope de milho, mas que é basicamente a mesma coisa!) e como citado acima, NÃO é leite em pó, é uma mistura portanto nem leite pode ser considerado. Muitos nutricionistas e pediatras preferem dar prioridade a alimentos reais, sem tantos processos industriais e nem veem necessidade da adição de tantos suplementos vitamínicos igual ocorre nos compostos.

LEITE EM PÓ INTEGRAL:

post leite itambé integral

Leite Itambé Integral em pó

post leite ninho integral

Ninho fortificado integral em pó

post leite em pó integral parmalat

Leite Parmalat Integral em pó.

Leite em pó é a forma do leite líquido que foi desidratado, permitindo uma longevidade estendida visto que diminui a umidade do mesmo, reduzindo as possibilidades de multiplicação de bactérias. O leite em pó não é feito a partir da secagem do leite comum.

Contém a gordura original do leite. Há vitaminas, como a A e D, que precisam da gordura. Tem de conter pelo menos 3% de gordura para ser considerado integral.

O leite em pó integral é constituído, basicamente, de lactose, gordura, proteínas e sais minerais, é um produto rico em vitaminas A, B e D.

VANTAGENS: Tem mais nutrientes que qualquer composto lácteo, sendo o melhor para o desenvolvimento da crianças, segundo alguns pediatras.

DESVANTAGENS: Tem muitos nutrientes, mas que não são adequados a faixa etária entre 1 a 6 anos de idade e contêm muita gordura segundo pediatras a favor do composto lácteo.

LEITE LONGA VIDA (CAIXINHA)

post leite caixinha piran

Leite longa vida Integral Piracanjuba

post leite caixinha ninho

Leite longa vida Integral Ninho

Longa vida ou UHT: O leite passa por um método que esquenta e esfria a temperaturas mais extremas, tornando-o estéril. É colocado em embalagens bem fechadas que podem ser mantidas fora da geladeira enquanto fechadas. Podem ser acrescentados estabilizantes químicos.

Existem 3 tipos: Integral, semidesnatado ou desnatado

  • Integral: contém a gordura original do leite. Há vitaminas, como a A e D, que precisam da gordura. Crianças até 2 anos devem tomar leite integral, que tem de conter pelo menos 3% de gordura.
  • Semidesnatado: contém parte da gordura natural do leite, numa proporção de 0,6% a 2,9%. Somente em situações especiais, pode ser dado a crianças de mais de 2 anos com problema de obesidade, seguindo orientação do pediatra.
  • Desnatado: Pode ter no máximo 0,5% de gordura. Não é recomendado para crianças em nenhuma situação.
VANTAGENS: Preço baixo e acessível em qualquer supermercado.
DESVANTAGENS: Bom, se nós, adultos, temos medo, atualmente, de tomar leite de caixinha, imagine oferecer a seu filho? Se o que houvesse dentro da “caixinha” realmente fosse o que consta na embalagem, daí ok, mas diante de tantas coisas e denúncias que vemos acontecendo por aí, você consegue confiar?
PASTEURIZADO:
post leite tipo A

Leite tipo A marca Xando, muito conhecido no mercado!

post leite tipo B

Leite tipo B em saquinho. Marca Santa Clara.

O termo pasteurização do leite é um tratamento para prolongar a conservação do mesmo, sem alterar suas propriedades físicas e nutritivas, muito menos colocação de aditivos. Em outras palavras, é o puro creme do leite hahahaha.
A qualidade do leite fresco, classificado em A, B ou C, tem a ver com sua produção. O leite A é de um mesmo rebanho (favorece o sabor), a ordenha é mecanizada e a embalagem feita na própria fazenda (menor chance de contaminação). O leite B é proveniente de uma mistura de rebanhos e pode ser transportado em latões para a usina de beneficiamento. A ordenha do leite C pode ser manual, com menor controle higiênico.
PRECISA FERVER? O leite tipo A e B não precisa ferver, já o C é aconselhável!
VANTAGENS: É o mais próximo e natural de um leite tirado na hora, direto da vaca, sem contaminantes ou aditivos nem açúcares.
DESVANTAGENS: Todo leite pasteurizado deve ser mantido refrigerado, para evitar o aparecimento e crescimento de bactérias, que podem estragar o produto antes do prazo de validade, que já é mais curto que os outros tipos de leite.

CONCLUSÃO:

BOM E SE AGORA VOCÊ ESTIVER SE PERGUNTANDO: TÁ E AÍ? E AÍ? ENTENDI MAS AINDA NÃO SEI QUAL LEITE UTILIZAR, POIS BEM, EU AJUDO!

A realidade é que antigamente, por exemplo meus irmãos e eu tomamos leite da vaca, DIRETO da vaca. Antigamente você conhecia a procedência do leite que você estava tomando, as vaquinhas tinham até nome (no sítio lá de casa era a Clotilde hahaha), você sabia quem era o boi-pai, a vaca-mãe uhauahauh. Hoje em dia está difícil confiar. A industrialização veio para modificar e modernizar muitas coisas para o BEM mas também trouxe com ela muitos malefícios! Entonces, se você não tem uma vaquinha Clotilde, o que fazer?

Vamos te ajudar, a Bruna(nutricionista) vai dar o parecer dela de qual, segundo sua opinião como profissional, seria a MELHOR opção e EU (nada de especialista, só mãe da Maricota mesmo hahaha) darei a minha MELHOR opção!

Espero que ajude você na SUA escolha. Se informe, leve em conta a opinião do seu pediatra de confiança e por fim, siga seu FEELING MATERNO, porque no final das contas, toda mãe quer o MELHOR para seu filho!

OPINIÃO DA NUTRICIONISTA BRUNA MARTINS:

Os compostos lácteos não são leite e alguns ainda vem muito cheio de açucares como eles descrevem na própria embalagem então não indicaria tanto açúcar nessa idade. O leite integral em pó é uma opção mas sempre devemos estar atentas quanto os conservadores e açúcares adicionados. Esses leite que denominam “fases” são mais açucarados.
O leite de caixinha, além de ter vários aditivos químicos, o processo de alta temperatura que ele passa acaba “destruindo” bons nutrientes e por esses motivos e os últimos escândalos de contaminação com formol, e uso de antibióticos para controle de bactérias e água oxigenada para manter a cor bem branquinha não é uma opção tb.
A melhor opção seria o leite A, B ou C que como descrito acima usam essa diferenciação pelo processo desde a ordenha. Principalmente o leite A que é feito tudo dentro da fazenda e com supervisão o que aumenta a segurança alimentar, não é elevado a tão alta temperatura e não tem aditivos químicos, é só leite e pronto.
post leite foto Mel

A Melissa, filha da Bruna, toda feliz da vida tomando seu leitinho!

OPINIÃO LUCINHA:

Quando Marília fez 1 ano, pediatra dela mandou inserir Ninho 1+, e eu o fiz. Infelizmente ela teve reação a ele, não adaptou e passei a dar o leite Ninho Fortificado Integral. Estava tudo ok, quando antes de 18 meses, pediatra pediu para eu tentar novamente Ninho 1+ e eu o fiz e ela estava tomando ele até…até esses dias! hahaha
Eu mudei, e mudei por que? Porque ao pesquisar para fazer este post para ajudar vocês, no final das contas vocês que me auxiliaram, e eu aprendi MUITA COISA, e já fazem 4 dias que Marília está no leite pasteurizado TIPO A, de garrafinha. Adorou, não estranhou nem teve reação (alergias, intestino etc) e cá estamos! O meu voto vai para: LEITE TIPO A! hahaha
post leite maricota

Maricota e seu copinho de leite (aqui já demos adeus a mamadeira!!)

Esperamos ter ajudado e não confundido uhauahauh.
Beijos, Lucinha e Bruna.
FONTE: Me ajudaram nas pesquisas: Brasilbabycenter; Revista Crescer; Bebê.abril.com; Inmetro; blog Delícias do Dudu.
Anúncios

2 opiniões sobre “QUE QUE TEM NO LEITE DO BEBÊ?

  1. Foi citado:
    ” (E se seu filho não gosta de leite ou tem algum tipo de alergia e não pode tomar? Daí é só você suprir com outros alimentos, como por ex: iogurtes, queijo branco, brócolis etc…)”
    E mesmo quando não houver alergias opte por leites vegetais. São fáceis de fazer (faça em casa e saberá a procedência do alimento que a criança consome) são mais nutritivos que os de origem animal e não liberam toxinas. Há sites de alimentação crudívora que disponibilizam essas informações. Porque o leite da vaca é feito pra bezerro!
    Obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s