SOBRE DOAR-SE E APRENDER.

Foto: www.terapiafloral.net

Um relacionamento é uma via de mão dupla. FATO.

Relacionar-se com outra pessoa é sempre doar e aprender.

Doar um pouco do seu tempo. Doar um pouco do seu amor. Doar um pouco do seu orgulho. Doar um pouco da sua experiência. Doar um pouco dos seus defeitos. Doar um pouco da sua inquietude. Doar um pouco das suas vontades. Doar um pouco dos seus planos. Doar um pouco dos seus sonhos. Doar suas ambições e anseios. Doar um pouco de você mesma pra outra pessoa. Doar-se ao parceiro por inteiro em todos os quesitos.

Não acho que seja fácil. Nunca é. Só parece fácil pra quem tem 15 anos e está se apaixonando pela primeira vez, aquele amor que você acha que irá morrer pela pessoa, que quer ficar o dia todo grudado e fica colada ao lado do telefone esperando a ligação (no meu tempo era assim, acho que hoje devem esperar mensagem no facebook, rsrs), mas esses típicos namoros adolescentes a tal da paixão quase sempre dura tanto quanto seu êxtase inicial.

Não é fácil, assim como nada na vida. Você é um indivíduo com uma família cheia de hábitos únicos, uma educação, uma religião (as vezes diferente da do parceiro), foi educado de uma maneira única pelo seus pais, aprendeu costumes e maneiras com eles, possui uma história de vida totalmente SUA. E eis que num belo dia resolve dividir sua vida com um outro alguém, um outro alguém com hábitos, educação, costumes e maneiras totalmente distintas da sua.

Aprender que não é tão importante estar certo. Aprender que outro pessoa é tão importante quanto você Aprender. Aprender que a opinião do outro também conta. Aprender que estar certo as vezes significa estar errado. Aprender que o mais importante é estar bem com aquele que se ama, mesmo que isso signifique deixar o orgulho de lado. Aprender que o amor é maior do que tudo. Aprender que pra ser feliz você abre mão de muitas coisas. Aprender que com o outro você se completa. Aprender a dizer não quando preciso. Aprender que as vezes ficar em silêncio é melhor do que dizer mil palavras. Aprender que dormir de conchinha pode ser melhor do que muita balada. Aprender as manias do outro. Aprender como é gostoso ouvir um Eu te amo sem motivo. Aprender a comprar coisas primeiro pra outra pessoa e depois pra você.

Aprender, aprender, aprender. Doar, doar, doar. Pra mim o grande quê de um relacionamento é estar disposto a aprender com outro um meio termo. Relacionar-se seja com namorado, esposo, companheiro é acima de tudo um constante aprender. Um constante doar-se.

Por Arianne Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s